Giro revisita etapa da histórica vitória solo de 11min52s de Coppi


A 12ª etapa do Giro d’Itália, nesta quinta-feira (23 de maio), vai homenagear o campeão italiano Fausto Coppi (1919-1960) que, no percurso de Cuneo a Pinerolo, na 17ª etapa do Giro de 1949, fez história. “Un uomo solo è al comando, la sua maglia è bianco-celeste, il suo nome è Fausto Coppi” (Um homem sozinho está no comando, sua camisa é branca e azul e seu nome é Fausto Coppi) berrou o comentarista Mauro Ferretti ao anunciar a chegada de Coppi, com quase 12 minutos de vantagem.


Era a penúltima etapa da 32ª edição do Giro e a vitória de Coppi o tornou um herói. A etapa foi disputada em um dia 10 de junho e o clima estava desfavorável, com uma chuva fina e nuvens baixas. A maglia rosa estava com Adolfo Leoni, um velocista, e a etapa de montanha que viria a seguir seria definitiva.


As cinco subidas entre Cuneo e Pinerolo (Maddalena, Vars, Izoard, Monginevro e Sestriere) eram certeza de um dia longo pelas estradas ainda não recuperadas da guerra que tinha terminado recentemente. Parecia que o pelotão iria devagar mas, na primeira das cinco subidas, Primo Volpi escapou depois que o pelotão fez uma pausa. Sem que ninguém esperasse, Coppi resolveu buscar e, no topo da Maddalena, deixou Volpi para trás e acelerou. Gino Bartali, que também tinha ambições pela maglia rosa, se lançou em uma corrida para alcançar o adversário, mas no topo do Vars a vantagem entre eles já era de 4 minutos.


Coppi continua feroz e no topo do Izoard já abriu quase 7 minutos na frente. Coberto de lama, encharcado, com sua bicicleta de ferro, o ciclista segue subindo e descendo e chega ao final da etapa, de 254 km de percurso, com vantagem de 11min52s.


Na época, o jornalista francês Pierre Chany escreveu que, depois de ver a vitória, entrou em um restaurante, pediu uma refeição completa, com café no final. “Fumei um cigarro, pedi a conta, paguei e saí. O sexto ciclista ainda estava passando”.


O Giro de 1949 terminou com Coppi campeão com quase 24 minutos de vantagem sobre Bartali.


Mas, vale destacar, o trajeto da etapa de 2019 é diferente daquele de 70 anos atrás: será uma etapa curta, porém pesada, de 158km, com uma passagem dupla do muro Principi di Acaia (com inclinação de até 20%) e a subida Montoso, o primeiro KOM de categoria 1 desta edição, no caminho.


AS ETAPAS

Etapa 1 – 11 de maio – Bologna – San Luca 8.2km (contrarrelógio) Etapa 2 – 12 de maio – Bologna – Fucecchio 205km Etapa 3 – 13 de maio – Vinci – Orbetello 220km Etapa 4 – 14 de maio – Orbetello – Frascati 235km Etapa 5 – 15 de maio – Frascati – Terracina 140km Etapa 6 – 16 de maio – Cassino – San Giovanni Rotondo 238km Etapa 7 – 17 de maio – Vasto- L’Aquila 185km Etapa 8 – 18 de maio – Tortoreto Lido – Pesaro 239km Etapa 9 – 19 de maio – Riccione – San Marino 34.7km (contrarrelógio) Descanso Etapa 10 – 21 de maio – Ravenna – Modena 145km Etapa 11 – 22 de maio – Carpi – Novi Ligure 221km Etapa 12 – 23 de maio – Cuneo – Pinerolo 158km Etapa 13 – 24 de maio – Pinerolo – Ceresole Real (Lago Serrù) 196km Etapa 14 – 25 de maio – Saint-Vincent – Courmayeur (Skyway Monte Bianco) 131km Etapa 15 – 26 de maio – Ivrea – Como 232km Descanso Etapa 16 – 28 de maio – Lovere – Ponte di Legno 226km Etapa 17 – 29 de maio – Commezzadura (Val di Sole) – Anterserlva / Antholz 180km Etapa 18 – 30 de maio – Valdaora / Olang – Santa Maria di Sala 220km Etapa 19 – 31 de maio – Treviso – San Martino di Castrozza 151km Etapa 20 – 1 de junho – Feltre – Croce d’Aune-Monte Avena 193km Etapa 21 – 2 de junho – Verona – Verona 15.6km (contrarrelógio)


LEIA MAIS Giro D’Itália no Bikemagazine


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME