Deixaram tudo para fazer uma viagem de 2 anos… em bicicleta!

 

Daniela e Tiago saíram de bicicleta de Edmonton, Canadá, e só param na Argentina. Sempre a pedalar para sul. Conheça a história de quem deixou tudo para pedalar à volta do mundo, durante 2 anos.

 

Quem nos conta esta história é a Revista Volta ao Mundo, que nos leva a pensar que tudo é possível, basta querermos.

 

A preparação começou em 2013. Daniela Toscano nunca andava de bicicleta, mas teve de comprar uma e começar a pedalar; Tiago Esteves andava de bicicleta quase todos os dias. Ambos gostavam de conhecer sítios novos, lugares diferentes, sair do país. Nesse mesmo ano, criaram o blogue América a Pedal.

 

Pouparam durante dois anos e planearam tudo. Em julho de 2015, apanharam o avião para o Canadá e saíram de Edmonton, no estado de Alberta, a pedalar em direção a sul, com o objetivo de chegar à Argentina, em dois anos.

 

Daniela com 35kgs nos alforges pendurados na bicicleta e Tiago com 40kgs. Dizem que o início foi difícil, também por causa do meio de transporte, mas tudo se resolveu, apesar do Tiago ter maior resistência ao esforço e a ser muito mais rápido nas subidas.

 

Viajarem juntos pelo mundo, sem outras distrações que não o respirar do parceiro na bicicleta do lado, também trouxe desafios, maiores do que os meros quatro furos nos pneus que tiveram até agora.

 

Mas a prova tem sido ultrapassada com sucesso e a decisão de cada um ter a sua bicicleta dizem ter sido a mais acertada, pois já conheceram casais a viajar em tandem, aquelas bicicletas para duas pessoas, e acham que não seria uma boa opção para eles.

 

O percurso tem sido flexível, sem dispensar a passagem pelos mais célebres pontos de interesse com que se cruzam pelo caminho. Mas, porque andam de bicicleta, a proximidade aos locais é mais fácil e imediata. Dizem que “Obriga-nos a conviver com qualquer pessoa e a não passar só pelos lugares mais turísticos ou, supostamente, mais seguros e aconselháveis”.

 

O que farão no próximo ano, depois de chegarem à cidade argentina de Ushuaia, a mais austral – é só aí que pretendem terminar o périplo de milhares de quilómetros – ainda não os preocupa; porque o grande objetivo já foi cumprido: enriquecerem-se e crescerem como pessoas.

 

Fonte: Revista Volta ao Mundo

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo