Seleção de Paraciclismo conquista dez medalhas em competição disputada na Itália

Parabiago Paracycling foi realizado em Milão, no último final de semana, e distribuiu pontos para o Ranking Mundial

 

A Seleção Brasileira de Paraciclismo conquistou dez medalhas no Parabiago Paracycling, realizado entre os dias 4 e 5 de maio, em Milão, na Itália. O evento, classificado como C1/UCI, somou pontos para o Ranking Mundial classificatório para Tóquio 2020. No último dia de provas, o Brasil protagonizou uma dobradinha na categoria C5 com os ciclistas Soelito Gohr e Lauro Chaman.
 

Em preparação para as próximas etapas da Copa do Mundo, os brasileiros desembarcaram confiantes na Itália. A prova contrarrelógio foi o primeiro desafio, onde a seleção conquistou cinco medalhas. Lauro Chaman, na classe C5, e Marcia Fanhani e Cristiane Pereira (Piloto), na Tandem, conquistaram o ouro. Victor Luise, na MC2, e Carlos Alberto, na MC1, levaram a prata, enquanto Soelito Gohr ficou com o bronze.

“Estamos ganhando ritmo de competição e percebendo uma evolução constante. Isso é muito importante para continuarmos motivados e buscando alcançar os nossos objetivos. Poder estar defendendo a seleção e colocando o Brasil no pódio é uma experiência incrível, agradeço a todos pela oportunidade”, destacou Carlos Alberto.

Soelito e Lauro na prova de resistência


Na prova de resistência, os paratletas brasileiros voltaram a brilhar e repetiram o excelente resultado conquistado no primeiro dia de competição. Com estratégias agressivas e muito bem planejadas, foram conquistadas três medalhas de ouro e duas pratas.

Marcia Fanhani e Cristiane Pereira (Piloto), mais uma vez conquistaram a medalha de ouro na categoria Tandem (Deficientes visuais) e terminaram a competição como um dos principais destaques. Na MC1, Carlos Alberto subiu no lugar mais alto do pódio, enquanto o experiente Soelito Gohr comemotou a vitória na MC5, fazendo uma dobradinha com Lauro Chaman, medalha de prata. Victor Luise ficou com a prata na MC2.


“Voltar a colocar a bandeira verde e amarela no lugar mais alto do pódio em uma competição do Ranking Mundial é muito importante para mim. Acredito que estamos no caminho certo, os resultados estão aparecendo em todas as categorias, evidenciando a força e o crescimento do Paraciclismo no Brasil”, comentou Soelito.

Fonte: CBC

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME