Ciclismo e Maconha? Conheça a História de FLOYD LANDIS


Como um ex-mountain-biker se tornou um dos maiores gregários de Lance Armstrong, venceu um Tour de France, perdeu o título por doping e se tornou o investidor de uma nova equipe de ciclismo através da sua loja de produtos canábicos?


Quem é Floyd Landis?

Floyd Landis é estadunidense nascido no estado da Pensilvania. Landis utilizava a bicicleta em sua infância e juventude principalmente para ir a lugares mais distantes para pescar. Com o passar do tempo, Landis percebeu que poderia ser realmente bom naquilo e começou a participar e ganhar algumas corridas locais.


Seu pai, durante muito tempo, considerava isso inútil e, inclusive, tentou desencorajar o filho preocupado que ele pudesse se meter em confusões com drogas e álcool. Landis, nunca deu muita bola, continuou e, mais tarde, seu pai acabaria virando seu maior fã e entusiasta.


Landis começou sua carreira no mountain-bike por volta do ano de 1993, chegando a ser campeão nacional júnior. Em 99 partiu para o ciclismo de estrada e em 2002 foi chamado para compor o esquadrão da US Postal, sendo um dos principais gregários de Lance Armstrong entre os anos de 2002 a 2004. Sua forma física era tão boa que, após duelar bravamente com Lance em algumas provas, percebeu que tinha potencial para vencer um Tour de France e aceitou o contrato oferecido em 2005 pela equipe Phonak Hearing Systems.


Em seu primeiro ano pela nova equipe ele foi o nono colocado na geral, mas em 2006 Floyd brilhou vencendo o Tour da Califórnia, a Paris-Nice e o Tour de France, que já não contava com Lance Armstrong, que havia se retirado, pela primeira vez, no ano anterior.


Apesar da nova equipe, o doping sempre esteve presente e, ainda durante a disputa do Tour daquele ano, tudo começou a desmoronar. Após um exame anti-doping feito na décima sétima etapa, ele foi pego com excesso de Testosterona. Ele acabaria “vencendo” o Tour, mas depois de ser julgado foi condenado perdendo o título e levando uma suspensão de 2 anos.


Após a suspensão ele voltou para ciclismo em 2009 e competiu até 2011, mas sem mais resultados expressivos.


Em 2010 Landis confessou o doping e acusou o sistema de dopagem da antiga equipe US Postal. Foi aí que começou toda a história contra Lance Armstrong, que culminou na confissão, do mesmo, em 2013.


Durante muito tempo, Landis sofreu com as críticas que recebeu, entrou em depressão e viveu um período obscuro.


FLOYD’S OF LEADSVILLE

Em 2019, Floyd resolveu abrir o seu próprio negócio: Uma Cafeteria, BikeShop e venda de produtos derivados do Canabidiol (substância encontrada na Maconha). O empreendimento é dividido em 3 partes.


1ª parte: Café – serve-se cafés e alguns pequenos pratos prontos, além, é claro, de todos os produtos da linha a base de Canabidiol.

2ª parte: Loja – dedicada e bicicletas elétricas que são vistas por Landis como a melhor alternativa para melhora do transporte sustentável.

3ª parte: Iniciativa para negociar cânhamo, fibra produzida a partir da Cannabis com os produtores da região.


Para quem deseja conhecer melhor o empreendimento, basta clica AQUI


FLOYD’S PRO CYCLING

Floyd recebeu cerca de 1 milhão de dólares das indenizações pagas por Lance Armstrong. Após os descontos fiscais ele faturou cerca de U$750 mil, valor que resolveu investir em uma Equipe de ciclismo. Após algumas conversas ele se uniu a Canadian Siber Continental Team e surgiu a Floyds Cycling, equipe que hoje tem licença Continental Canadense (espécie de terceira divisão do ciclismo mundial).


Após sua volta para o mundo da bike houve muita critica, mas Landis sempre foi um apaixonado pelo esporte, se diz arrependido pelo que fez e deseja muito ver novos jovens terem o mesmo prazer que teve competindo.


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME