O que você prefere: transportar ou ser transportado? Se fizéssemos essa pergunta para uma bicicleta e, se ela respondesse, com certeza diria: “transportar, é claro! Afinal, foi pra isso que eu fui concebida! Todas nós, bicicletas, temos como princípio transportar. Transportar pessoas e coisas, mas principalmente pessoas, de forma elegante, bela e altamente sustentável. Ah, e se vocês perguntassem à nossa tetravó, há uns 200 anos atrás, nos dias do Barão Karl Von Drais, tenho certeza que ela diria a mesma coisa: estou aqui para transportar, não vejo a hora de levar o Barão de Beaune a Dijon”.

 

 

Concordamos com Sua Excelência, a bicicleta, porém, há ocasiões em que precisamos transportá-la. E essa, admitidamente, não é uma tarefa fácil, desejada e muito prática. Existem diversos modelos de racks para transportar bicicleta: colocado sobre o carro, apoiado no engate de reboque, preso à tampa do porta-malas, acoplado, parafusado, amarrado etc. Os modelos, marcas e preços variam bastante. Não é uma tarefa fácil encontrar um rack que atenda a todos os tipos de veículos ou agrade a todos. Sem falar no peso, volume, e, o temido risco de arranhar a pintura do carro ou amassá-lo.

 

Naturalmente, o suporte por ventosa também não agradará a todos, mas você pode ter certeza: é uma opção e tanto. Pouco volume, relativamente leve, muito fácil de instalar e dispensa racks ou suportes extras. Com alto poder de sucção, a ventosa suporta pesos consideráveis. Nada de parafusos, porcas e chaves; o kit é composto de três ventosas de silicone, duas para fixar o eixo dianteiro da bicicleta e uma para o traseiro. Todo o contato com a lata, ou vidro, do carro, fica por conta do silicone. Transporta qualquer bicicleta em quase qualquer carro, basta ter dois pontos relativamente planos, lisos e firmes para fixá-los. Desmontado, cabe em qualquer lugar e pesa cerca de 5 kg.

 

Teste leva bike da 3HM

 

Testamos o suporte Leva Bike da 3HM. As ventosas devem ser instaladas nas extremidades do teto, vidros, ou capuz, onde há maior rigidez e firmeza. O fabricante não dá nenhuma garantia caso o suporte seja instalado em locais em que a lata do carro não está firme. Antes da instalação, deve-se limpar bem a área escolhida do carro, bem como as ventosas. Depois de posicionadas corretamente, gira-se as roscas, apertando até o fim, para criar o vácuo e grudar as ventosas. 

 

A exemplo de outros suportes, a roda dianteira deve ser retirada. Daí, de acordo com o modelo da bike, o garfo dianteiro é facilmente fixado. O kit tem suporte para garfo que usa o sistema de acoplagem engate rápido (quick release), bem como para o sistema de eixo 15mm e Cannondale Lefty. Para fixar a roda traseira, que vai sobre a terceira ventosa, é só firmá-la com a cinta de velcro que já está fixa à ventosa – muito simples. Tudo feito em poucos minutos e usando apenas as mãos.

 

Como funciona uma ventuosa? Pressão atmosférica – esse é o “combustível” da ventosa. O cone da ventosa tem um espaço oco onde se armazena ar. Ao pressioná-lo (os lábios da ventosa) contra uma superfície, expulsamos grande parte do ar entre o cone e a superfície e criamos uma área de vácuo. Porém, no lado de fora do cone existe pressão atmosférica normal, que quer tomar aquele espaço do vácuo. A pressão do ar do lado de fora da ventosa se torna maior do que na área interna. Isso resulta numa forte pressão nas costas do cone, contra a superfície em que o cone está encostado e o empurra contra essa superfície. Assim, ele fica ali, grudado. A pressão feita no cone das ventosas pode ser feita, tanto por empurrá-la manualmente, nos casos de ventosas menores, como por meios mecânicos, que é o caso da ventosa 3HM, acionada por rosca. Outro método para retirar o ar é o uso de bomba de sucção. Entende-se também que quanto maior for a ventosa, maior será o espaço de vácuo, que por sua vez, demandará uma maior pressão externa ae, consequentemente, mais eficaz.

 

Usamos uma Grand Cherokee para fazer o teste, e rodamos 700 km (400 de ida e 300 de volta); cerca de 12 horas de estrada. Pegamos frio, calor e um pouco de garoa. Andamos em estradas boas e ruins, cerca de 100 km em estradas esburacadas e asfalto bastante irregular. E foram cerca de 200 km em rodovia bastante sinuosa, e com velocidades bem diversas - nenhum problema. Deixamos a bike fixa no suporte durante a noite, e no dia seguinte ela estava bem firme. Daí, é claro, reapertamos o suporte para garantir, de acordo com a especificação do fabricante.

 

É bom lembrar que o “adesivo” que o sistema de sucção da ventosa produz não é por tempo indefinido. Com o tempo - vários dias - o ar encontra um meio de se infiltrar e a sucção perda sua eficácia. Isso é resolvido refazendo o processo, conforme orientação do fabricante. Deixamos apenas os suportes instalados, sem bike, para ver quantos dias aguentariam presos. Depois de cinco dias o suporte traseiro (menor) soltou. A propósito, visto que o suporte traseiro tem apenas uma ventosa, entendemos que ele poderia ser, pelo menos, do tamanho do dianteiro. Em todos os testes que fizemos o traseiro sempre soltou primeiro. Porém, como dito, o propósito não é ficar vários dias sem ser reapertado.

 

Inconveniente

 

Dois aspectos que causam preocupação. Primeiro: não há nenhum sistema de bloqueio antifurto. O motorista é obrigado a tirá-lo sempre que não puder deixar o veículo num estacionamento seguro. Segundo: a ansiedade gerada. Não estamos acostumados com isso, nossa cultura é de fixação por parafuso, acoplagem, cabo, corda etc. Tememos o desconhecido. Quantas vezes usamos ventosas em nossa vida? Quanto sabemos delas? Isso, apesar dos testes comprovarem o sistema, gera uma certa ansiedade, que deverá desaparecer com o uso contínuo.

 

Aprovado

 

Aprovamos o Leva Bike – seguro, simples, leve, prático, fácil de transportar e armazenar. Sobre a durabilidade, bem como a qualidade do material das ventosas na questão vedação, só o tempo dirá. Relembrando sempre que é imperativo seguir as instruções do fabricante.

 

E as revoluções continuam...que sejam bem-vindas as que beneficiam! 

 

"Quanto mais limpa e mais lisa a área onde for aplicada a ventosa, melhor será a sucção."

 

150kg Desenvolvida para suportar 20 horas O fabricante garante sucção 5.5 kg Peso 46 x 15 x 38 cm Dimensões da caixa/kit R$1.169,99 Preço Leva Bike

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME