Magnus Cort-Nielsen vence a etapa 4 da Paris-Nice #NaFuga

 

Em etapa acidentada, com uma fuga longa, o Dinamarquês do time Astana vence em cima de Thomas De Gendt, De Marchi e Giulio Ciccone.

 

A etapa mais longa da Paris-Nice, contou com 212km, e com um perfil que favorecia muito os corredores das Ardenas e aqueles que gostam de ir pra Fuga.

 

E em menos de 10km, já saiu a fuga inicial do dia com 7 ciclistas e mais tarde se juntaram outros 6 atletas. Thomas De Gendt (Lotto Soudal), Christoph Pfingsten (Bora-Hansgrohe), Julien Bernard (Trek-Segafredo), Olivier Le Gac (Groupama-FDJ), Mathias Le Turnier (Cofidis), Alessandro De Marchi (CCC Team), Kevin Reza (Vital Concept), Magnus Cort (Astana), Damien Gaudin (Direct Energie), Giulio Ciccone (Trek-Segafredo), Elie Gesbert (Arkea-Samsic), Eduard Grosu e Evaldas Siskevicus (Delko-Marseille-Provence).

 

Gaudin era o que mais tinha interesse, pois precisava defender a sua camisa de montanha, com 1 montanha de categoria 3, 3 montanhas de categoria 2 e 1 de categoria 1.

 

Durante o percurso, a fuga e o pelotão foram obrigados a pararem, para manter a mesma diferença de tempo, para a passagem do Trem. Após isso, a fuga conseguiu até aumentar a diferença de tempo, passando pra pouco mais de 6 minutos.

 

A primeira montanha de categoria 2 já começou causar estragos no pelotão, o atual líder Dylan Groenewegen sofreu as consequências e foi dropado. Enquanto isso la na frente Gaudin somava os pontos que queria.

 

Mas logo chegou o Côte de Condrieu, classificado como categoria 1, com isso a fuga que contava com 12 atletas foi reduzida a um grupo de apenas 5: Thomas de Gendt, Alessandro De Marchi, Elie Gesbert, Julien Bernard e Giulio Ciccone. Nesse momento Thomas De Gendt passou a ameaçar na classificação de montanha, pois ainda poderia chegar a 24 pontos e assim o fez.

 

O pelotão até tentou diminuir o Gap que ainda era de quase 3 minutos. Mas em vão, a fuga chegou nos 10 últimos kilometros com 52 segundos de vantagem.

 

De Gendt, De Marchi, Giulio Ciccone e Magnus Cort-Nielsen revezando e fazendo força na frente da prova, agora em busca da vitória. Uma vez que a diferença de tempo parecia pequena e o pelotão ainda tinha chances de busca-los.

 

Por fim, no último kilometro, Magnus lançou o ataque derradeiro, Thomas De Gendt até tentou seguir, mas já era tarde. No pelotão, Lilian Calmejane havia tentado um ataque, abriu um pequeno gap e conseguiu bater o pelotão maior.

 

Com esse resultado o polônes Michal Kwiatkowski assume a camisa de líder geral, Dylan Groenewegen se manteve com a verde, Thomas de Gendt buscou a camisa de montanha e Egan Bernal a de melhor jovem. Amanhã teremos Contra-Relógio individual.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME