Suplemento x fast-food: comparação pós treino encontra resultados iguais

Porém, o mais importante é manter a saúde para não deixar o desempenho esportivo cair

Recebo com frequência de clientes artigos científicos abordando temas “polêmicos ou controversos”. Temos acesso à informação com facilidade. Entretanto, é preciso ser crítico durante a leitura, observar a metodologia utilizada (se aplica a prática?), número da amostra (quantos participantes), homens ou mulheres (não respondem da mesma forma, biologicamente diferentes). Será que sempre o que é visto em ambientes controlados é possível ser reproduzido no nosso dia a dia? Qual será o efeito a longo prazo? É possível ser sustentado?


Outra questão é a análise de apenas determinado benefício (ex: melhora do desempenho esportivo, mas não leva em conta comprometimento à saúde), saúde e desempenho esportivo e ciência e prática precisam “andar juntos”. Exemplo disso foi o estudo realizado por Kersick e colaboradores (2015) comparando a ingestão pós treino de suplementos esportivos(Clif bars, jujbas, gatorade, powerbar...) e Fast Food MacDonald's ( batata frita, hambúrguer, suco de laranja, coca-cola...) avaliando recuperação de glicogênio muscular, desempenho no exercício, níveis de insulina, glicose e Lipídeos sanguíneos de forma aguda. As duas dietas eram “isocalóricas” e “equilibradas” em macronutrientes, ofereceram cerca de 1,54g carboidratos /kg peso 0 e 2 horas após o exercício (após depleção do glicogênio muscular).


Não houve diferença nas respostas em relação aos parâmetros avaliados. Esses dados indicam que opções alimentares de curto prazo para iniciar a ressíntese de glicogênio podem incluir opções dietéticas não tipicamente comercializadas como suplementos esportivos, como alimentos de “menu” fast food. Mas é preciso lembrar que queremos vida longa no esporte e com saúde, repetimos várias vezes as estratégias pré/ intra/ pós treino.


Estes suplementos esportivos são ricos em açúcares (sacarose, dextrose, glicose...) e as barras energéticas também podem conter proteína e gorduras, similares a composição de fast food. Fast Food associam carboidratos a gorduras, são ricos em açúcar simples e gorduras saturadas (péssimas para o intestino, aumentando a permeabilidade intestinal, nosso intestino é nossa barreira imunológica e responsável pela absorção de nutrientes, precisa estar íntegro), possuem alta densidade energética/ alto valor calórico (atletas também precisam controlar o peso) podendo contribuir para aumento de peso e também possuem alto índice glicêmico, alto estímulo insulínico.


A mensagem correta é que para rápida recuperação/ressíntese de glicogênio muscular alimentos são tão eficazes quanto suplementos esportivos. A questão é adequar à proporção de carboidratos, proteínas e gorduras. Se alimentar o mais rápido possível no pós treino. Não podemos separar desempenho esportivo e saúde. Quando pensamos em nutrição, planejamento alimentar e elaboração de estratégias nutricionais para treinos e provas, pensamos em manter a saúde deste atleta, minimizar os efeitos nocivos da prática esportiva e melhorar desempenho esportivo.


Segundo a International Society of Sports Nutrition, para rápida restauração do glicogênio muscular (<4 h de tempo de recuperação), devem ser consideradas as seguintes estratégias:


  1. Ingestão rápida de carboidratos (1,2 g / kg / h) com preferência por fontes de carboidratos com índice glicêmico alto (> 70)

  2. Adição de cafeína (3-8 mg / kg) melhora a ressíntese de glicogênio muscular

  3. Associar carboidratos (0,8 g / kg / h) com proteína (0,2 a 0,4 g / kg / h)


Literatura:

1.CRAMER, M J et al. Postexercise Glycogen Recovery and Exercise Performance is Not Significantly Differente Between Fast Food and Sport Supplements. Int J Sport Nutr Exerc Met. , 2015, v.25, n.5, p.448-55.

2.KERKSICK, CM et al. International society of sports nutrition position stand: nutrient timing. J Int Soc Sport Nutr. 2017 Aug 29, V.14, n.33


* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.


Nutricionista formada pela UFRJ e pós-graduada em obesidade e emagrecimento. Tem especialização em nutrição clínica pela UFF, especialização em nutrição esportiva pela Universidade Estácio de Sá e trabalha com consultoria e assessoria na área de nutrição. (Foto: EuAtleta)


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME