Btwin são boas? Análise de todas MTBs da Decathlon (2019)

Bicicletas Btwin são boas? 

 

Antes de começar, um aviso importante: A Decathlon está sempre atualizando sua linha de bikes. Este post já está atualizado para a Linha 2019. Se você entrou nesse artigo antes, algumas bikes vão ter saido e outrras entrado. Continuando.

 

Eu sempre me deparo com essa pergunta em fórums, grupos de Facebook e dúvida de leitores.E não é a toa.

 

A Decathlon, marca responsável pela confecção e venda dos ítens Btwin, é uma rede de lojas com uma oferta bem diversificada de produtos ciclísticos. Não é raro entrarmos na loja azul da rede e em alguns minutos já estarmos namorando uma das bikes Btwin à venda na seção de ciclismo.

 

Esse artigo visa não só responder a pergunta “bikes Btwin são de boa qualidade?”, mas sim passar um review das principais bikes à venda Decathlon para que você consiga se decidir entre comprar uma bike Btwin ou de outra marca.

 

Mas antes, vamos entender o que é a Btwin.

 

Quem fabrica a Btwin?

 

As bicicletas Btwin são montadas e vendidas pela Decathlon.

 

Para quem não conhece, a Decathlon é uma rede de lojas que vende produtos desportivos de uma grande variedade de modalidades. De hipismo a pescaria, de ski a ciclismo. Ela é uma rede francesa, possui lojas em vários países e no Brasil, a maioria de se concentra na Região sudeste.

 

Uma caracteristica marcante da Decathlon é que boa parte dos produtos que ela vende são marcas próprias. Ou seja: você não as encontrará em outra rede de lojas.

 

Alguns exemplos: as marcas da Decathlon para trilhas e acampento são a Arpenas e a Quechua, a de futebol é a Kipsta, a de corrida é a Kalenji e a de ciclismo é a Btwin.

 

Eu já fiz outro artigo no Aventrilha revisando os produtos gerais de ciclismo da Btwin e hoje o foco é nas bicicletas da marca.

 

As bikes Btwin da Decathlon são boas?

 

A resposta curta: Sim, as bikes Btwin são boas.

 

Não é todo dia que você se depara com uma marca de bikes dando garantia vitalícia aos quadros. Todos os quadros das bikes Btwin possuem garantia vitalícia. A Decathlon ainda tem workshops de mecânica, oficina na loja, assistência técnica e outras paradas muito legais que grandes marcas muitas vezes não tem pois quem faz a ponte com elas é a bicicletaria ou a revenda.

 

A resposta não tão curta: para respondermos a essa pergunta com precisão é preciso olhar para as bicicletas da Btwin separadamente.

 

E foi o que fiz.

 

Analisei as mountain bikes – propriamente ditas da – Decathlon. O review você confere abaixo.

 

1- Btwin Rockrider 340 (para iniciantes/uso urbano)

 

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano TZ de 21 marchas
→ Suspensão: Btwin genérica de 80mm
→ Pneus: Btwin aro 26″ 1.95
→ Freios: V-Brake
→ Peso: Não encontrei essa informação
→ Preço: R$999,99
→ Link para acessar na Decathlon.com.br: Clique aqui

 

A primeira das bikes Btwin a ser analisada é a Rockrider 340. Ela é uma bicicleta bastante simples para quem não tem experiência prévia com o ciclismo e está realmente começando a dar os primeiros pedais agora.

 

Ela é uma bicicleta boa?

 

Depende do seu uso. Ela é uma bike legal, com um preço muito bom e com ótimas características interessantes para um iniciante, como uma suspensão e um sistema de 21 marchas. Também é a única nessa faixa de preço que te dará garantia vitalícia de quadro – característica das outras bikes da Btwin. Eu acho esse ponto muito interessante não só numa bike de iniciantes.

 

No entanto. se você estiver interessado em começar a fazer trilhas ou for pedalar bastante em estradas de terra, eu olharia direto para bicicleta seguinte da lista. Não adiantará você culpar a bike se comprá-la querendo fazer uso dela para pedalar fora do asfalto e se desapontar.

 

Se você estiver interessado apenas numa bicicleta para pedalar no asfalto ou pegar pequenos trechos de terra nada acidentados, então a Btwin Rockrider 340 pode ser uma boa opção de primeira bicicleta – nada mais que isso.

 

2- Btwin Rockrider ST 120 (para iniciantes)

 

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Tourney de 21 marchas
→ Suspensão: Btwin genérica de 100mm
→ Pneus: Btwin aro 29″ 2.1
→ Freios: A disco mecânico
→ Peso: 14,5kg no tamanho M
→ Preço: R$1399,99
→ Link para acessar na Decathlon.com.br: Clique aqui

 

A segunda de nossa lista é a Rockrider ST120. Eu já a inclui em outro artigo aqui no Aventrilha, sobre 5 mountain bikes pare iniciante, além de ter feito um review completo sobre ela. E é fácil de explicar o porquê dessa bike Btwin ser boa.

 

Primeiro porque a bike é barata. Você dificilmente vai achar uma bicicleta por menos de R$1500 com componentes que a Rockrider ST 120 possui.

 

Segundo, e deixando o preço de lado, os componentes dela são realmente confiáveis. Não só a Rockrider ST120 tem freio a disco mecânico e transmissão Shimano Tourney de 21 marchas como também possui pneus Mittas aro 29″. Para se ter uma ideia, esses pneus são encontrados na Caloi Explorer Comp, uma bike MIL reais mais cara.

 

Terceiro, por conta da garantia vitalícia de quadro. É dificil achar uma concorrente que banque essa vantagem para o consumidor, especialmente em se tratando de uma bike para iniciantes.

 

Acho que como uma primeira bike para iniciar no esporta ela pode ser ideial. Se você nunca teve uma MTB propriamente dita, vai se surpreender com a qualidade da frenagem dos freios a disco – mesmo que mecânicos – com os aro 29″, os pneus 2.1″ e a suspensão.

 

Caso queira queira ler o review completo que fiz da Rockrider ST120, clique:

 

Review completo Btwin Rockrider ST 120

 

3- Btwin Rockrider ST520 (intermediário)

 

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Acera 3×9, coroa 40-30-22, cassete 11-36
→ Suspensão: Rock Shox XC30 TK com 100mm
→ Pneus: Kenda Small Block 2.10
→ Rodas: Alex Rims MD-21 29″
→ Freios:  Shimano Acera AMT400 Hidráulicos
→ Preço: R$ 2.799,99
→ Link para acessar na Decathlon.com.br: Clique aqui

 

Antes de continuar, se o preço dessa bicicleta não chamou sua atenção… eu não sei o que dizer.

 

A Btwin Rockrider ST520 acabou de entrar na linha de mountain bikes da Decathlon e vem com uma proposta bem clara: servir aos mountain bikers que precisam de uma bike já mais sofisticada para enfrentar qualquer tipo de trilha e estrada de terra!

 

A boa suspensão Rockshox Xc30, os excelentes pneus Small Blck da Kenda e os confiáveis e precisos freios a disco hidráulicos Shimano Acera dão um toque na bike que pouquíssimas outras nessa faixa de preço têm

 

Quer um exemplo?

 

A Oggi 7.0, também ano 2019 possui uma suspensão genérica Oggi além do grupo inferior Shimano Altus. O preço? R$2.599. Somente 200 reais a menos que uma bike que além de componentes superiores tem também – não se esqueça – garantia vitalícia do quadro!

 

Se você já está há um tempo no mountain bike e está começando a considerar a ideia de comprar uma bike de nível intermediário, a Btwin Rockrider ST520 pode ser sua próxima parceira ideal de trilhas!

 

4- Btwin Rockrider 540 (intermediário)

 

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Shimano Acera 3×9, coroa 40-30-22, cassete 11-34
→ Suspensão: HL Zoom com 100mm
→ Pneus: Rubena Ocelot  27,5″ 2.10
→ Rodas: Vzan Extreme 27,5″
→ Freios: Shimano Acera AMT400 Hidráulicos
→ Preço: R$ 2.499,99
→ Link para acessar na Decathlon.com.br: Clique aqui

 

Eu confesso que fiquei um pouco confuso com a inclusão dessa bike Btwin na linha da Decathlon.

Ela está numa faixa de preço extremamente parecida com a bike anterior, custando 300 reais a menos. Isso deveria indicar que eu teria colocado ela anterioremente, mas deixei ela depois para fazer a análise dela comparativamente.

 

Tudo bem lançar uma bike 29″ e depois uma versão dela mesmo no tamanho de roda 27,5″. A questão é que a Rockrider 540 não é uma versão aro 27,5″ da Rockrider ST520. Ela é pior. Bem pior pela pequena diferença de preço.

 

Pessoalmente prefiro os pneus Kenda aos Rubena e isso pode até ser discutível, mas uma suspensão Rockshox em uma e uma suspensão Zoom na outra? Não deu pra entender.

 

Bem, eu recomendaria a Rockrider 540 para você ao menos que você realmente queira uma bike aro 27,5″ da Decathlon. Se você, no entanto, só está procurando uma boa bike na faixa de preço entre R$2.500 e R$3.000, eu voltaria para a Rockrider ST520 sem dúvida.

 

5- Btwin Rockrider XC 500 (nível avançado)

 

→ Quadro: Aluminio rígido
→ Transmissão: Sram GX 1×11, coroa 32, cassete 11-42
→ Suspensão: Rock Shox Reba RL 100mm
→ Pneus: Pneus Hutchinson Toro 2 – 2.10
→ Rodas: Sun Ringle Duroc Aro 29″
→ Freios: A disco hidráulico Sram Level T
→ Peso: 11,5kg no tamanho M
→ Preço: R$ 7.999,99
→ Link para acessar na Decathlon.com.br: Clique aqui

 

Essa máquina que a Decathlon desenvolveu para a linha Btwin fecha a lista como a bike mais avançada da marca. Duas coisas importantes sobre ela:

  1. Outras marcas renomadas, como Giant, Scott e Specialized e até nacionais como a Sense e Oggi possuem mountain bikes muito mais avançadas que essa.

  1. Nessa faixa de preço, você não vai encontrar absolutamente nada igual à Rockrider XC 500.

Eu não estou brincando. Olha só o preço de algumas das peças dela vendidas individualmente:

  • Suspensão: R$3000,00

  • Pneus: R$700,00 (par)

  • Freios: R$2500,00

Já existe o grupo GX de 1×12, mas isso não justifica uma bike dessas ter um preço tão em conta. Some a isso tudo a já falada garantia vitalícia de quadro das bikes Btwin e pronto: temos na Rockrider XC 500 uma nave digna de competições duras!

 

Ela possui quadro e suspensão próprios para que você também instale os pneus 27,5 Plus  e assim não vai precisar trocar toda a bike se decidir aderir ao sistema das rodonas.

 

Enfim, se você está atrás de uma boa bike para ir de cabeça em corridas de XCO ou ter uma bike de ponta em casa, a Rockrider XC 500 da Btwin é excelente escolha.

 

Como comprar as Bicicletas Btwin?

 

Nos próprios reviews de cada bicicleta eu já coloquei os links para o site da Decathlon. Você pode fazer a compra pela internet no site da Própria Decathlon.

 

Vale ou não vale a pena?

 

Eu confio nos produtos da Decathlon. Eu sou cliente deles há muitos anos e tive sim algumas experiências não tão positivas.

 

No entanto, a grande maioria das minhas passagens como consumidor lá, tanto dos itens de ciclismo como os de corrida e trilha, foram ótimas.

 

Um ponto que chama MUITO a atenção para mim é que os produtos comprados no E-commerce da Decathlon tem retirada em loja. Isso aproxima muito você da garantia e do suporte que eles oferecem, diferente de compra ruma bike por um e-commerce que só existe na telinha.

 

As bikes Btwin são boas? Sim, são.

 

Se você ainda está em dúvida entre uma bicicleta Btwin da Decathlon ou outra de aguma marca diferente, escreva nos comentários!

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo