Cadeia e multa de 15000 euros por falsificar biciletas Specialized e Pinarello

 

Em 2015, a Polícia espanhola prendeu dois homens em Valência, na Espanha, por vender em bicicletas falsificadas de alta qualidade na internet.

 

Ainda no final do ano passado (2018) a sentença dos condenados tornou-se pública, e além de ainda continuarem presos (não foi dito por quanto tempo ainda) foram condenados a pagar uma multa de 15.000 euros  para as marcas Pinarello e Specialized, além de destruir todo o material apreendido.

 

Para encontrar os falsificadores, as marcas Pinarello e Specialized,  trabalharam juntas, uma vez que estavam cientes destas vendas ilegais online.

 

“Pinarello e Specialized trabalharam juntas para garantir a justiça e esperam que com esta decisão, se estabeleça um precedente que impeça a proliferação deste tipo de atos criminosos no setor ciclístico”.

 

As bicicletas das marcas Pinarello, Dogma e Specialized  eram fabricadas com armações e componentes provenientes da Ásia,  e assim que chegavam na Espanha, em uma oficina improvisada nos fundos da casa de um dos réus, elas eram montadas e vendidas online cerca de 30% a menos em relação ao valor de uma loja.

 

Quando a polícia prendeu os envolvidos,  foram encontradas 14 bicicletas, 38 rodas,  26 guidões, 23 selas, 8 quadro de carbono e 36 modelos de logotipo das marcas.

 

As marcas citadas reiteram que a compensação econômica não era o seu principal objetivo com esta denúncia, mas sim proteger os ciclistas de falsificações que não possuem nenhum teste de qualidade e que podem causar sérios acidentes.

 

Meses atrás, citamos um artigo do qual o ciclista diz que quase ficou cego ao utilizar um óculos falsificado. Você pode conferir o artigo aqui!

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo