Review: Guará, a gravel bike da Dinâmica

 

Dinâmica Guará – em novembro de 2018 escrevi um relato aqui no blog de uma cicloviagem de gravel bike e bikepacking pela mantiqueira com o leitor do blog (e agora grande amigo) Lucas.

 

Lucas realizou o pedal com uma bicicleta Guará, da Dinâmica. A bike é uma das poucas gravel ofertadas no Brasil e, nesse caso específico, se trata de um quadro montado em território nacional.

 

Nos grupos de Gravel Bike por aí ela sempre chama atenção de muita gente e acabou se tornando uma porta de entrada pra ciclistas que querem experimentar essa modalidade.

 

Perguntei se Lucas gostaria de escrevir um review sobre a Guará para ajudar quem quiser mais uma fonte de informação antes de decidir pela compra dela e ele topou na hora.

 

Então, com vocês, Lucas, e seu review da Dinâmica Guará!

 

A história dessa bicicleta é massa

 

Conheci a Dinâmica através do grupo de Facebook Adventure Bikes Brasil. Na época, eu estava pesquisando sobre a oferta de bicicletas gravel no Brasil,  e vi que era bem escassa, sendo o “do it yourself” bem comum nessa categoria de ciclismo por aqui.

 

No grupo do Facebook, vários membros me recomendaram a Guará, da Dinâmica Bicicletas. Pesquisei e falei com o Vinicius, criador da Dinâmica Bicicletas, que me atendeu muito bem e disse que um protótipo da bicicleta estaria disponível para testes por tempo limitado no ciclocafé Everybike, coincidentemente a 100 metros da minha casa.

 

Mas na semana em que a bicicleta estaria lá, não pude ir antes de o ciclocafé fechar, e a bicicleta iria para um test ride de 1 mês com a Bike Magazine. Eu teria que esperar e já tinha me conformado. Isso foi em uma semana no meio de julho.

 

No sábado seguinte, fui até a Everybike para despretensiosamente tomar um café, e quem estava lá? A Guará laranja protótipo de testes. Resolvi fazer o teste na hora e foi amor ao primeiro pedal, mesmo  [ela sendo tamanho 57. Desci da bicicleta maravilhado.

 

Não consegui ainda encontrar uma forma de explicar, mas dava pra sentir que a bicicleta foi feita com toda a precisão e cuidado por seu criador. Na terça-feira eu fechei a compra da bicicleta. O mais divertido é que na época não tinha nenhuma Guará rodando a não ser aquela máquina laranja de testes.

 

Sendo assim, esperei a bicicleta ser fabricada, construída e montada…

 

…e uma semana depois que ela ficou pronta parti para viajar.

 

No feriado de Finados, entre os dias 2 e 4 de novembro de 2018, fiz uma cicloviagem com a bicicleta, fabricada artesanalmente e sob medida em São Paulo pelo engenheiro Vinicius Villas Boas.

 

A cicloviagem com a Guará

 

Com o Fernando, do ótimo blog Aventrilha, percorri 180 quilômetros nas colinas e vales da Serra da Mantiqueira, por Joanópolis, São Francisco Xavier, São José dos Campos, Piracaia e Atibaia.

A bicicleta tem grande potencial para cicloviagens e esse foi um ótimo teste. A rota envolveu subidas pesadas e descidas no asfalto, terra batida e cascalho.

 

De cara, o que me chamou atenção foi que a bicicleta se comportou de forma excelente nas descidas velozes na terra, dando estabilidade e segurança. Quando o terreno era de cascalho e pequenos pedregulhos (o terreno mais comum da cicloviagem), a bicicleta parecia “encaixar” no chão, ganhando velocidade facilmente e permitindo um controle intuitivo. A bicicleta rodava lisa nessas condições e era deliciosa de conduzir.

 

O quadro e garfo dão a sensação de estabilidade. A bicicleta é ágil e tem ímpeto, quase como se me dissesse: pode ir mais rápido!. Isso, aliado aos pneus Continental Speed Ride 42mm, trouxeram muita diversão e adrenalina nas descidas de terra, em que cheguei facilmente os 50km/h. A pressão dos pneus ficou em 70 psi atrás e 50 psi na frente.

 

Na subida, a bicicleta gruda na terra, o que favorece a escalada. Apesar de ser feita de aço, não passa nenhuma impressão de que você está arrastando a bicicleta morro acima:

 

Algumas das subidas que enfrentamos tinham verdadeiros pedregulhos soltos pela estrada e tinham grade entre 10% e 15%, e a bicicleta não vacilou, pelo contrário, a cada pedalada eu podia sentir a firmeza da bicicleta na terra, os pneus se comportando como mãos agarrando o chão na ascenção.

 

Peguei um trecho de subida de terra na chuva, e a bicicleta pareceu não se importar, continuou com o mesmo ótimo comportamento, agarrando o terreno e subindo a ladeira.

 

No asfalto, a resposta às acelerações e retomadas é imediata, reforçando a esperteza da bicicleta e novamente o casamento excelente entre grupo, quadro+garfo e pneus:

 

As descidas foram fantásticas e foi fácil esquecer que eu estava pedalando uma bicicleta com pneus de 42 milímetros de espessura.

 

Durante a viagem, vimos várias bicicletas, a maioria mountain bikes e algumas speeds nos trechos de asfalto. Nenhuma gravel/adventure/touring, coisa ainda rara no Brasil. Mas um ciclista que estava de mountain bike reconheceu minha bicicleta como gravel, apesar de esse ser um conceito amplo.

 

Especificações técnicas da Dinâmica Guará

  • Valor: A partir de R$4890,00 (veja mais no site)

  • Frameset: Aço ligado ao manganês

  • Rodas: Shimano RX05 e cubos Shimano

  • Grupo: Shimano Sora 9v, câmbio traseiro Alivio. Cassette Shimano 11-36. Pedivela Shimano Sora 50/39/30.

  • Pneus: Continental Speed Ride 42mm

  • Canote/Avanço/Guidão: Deda Elementi

  • Selim: SRD Brasil em couro

  • Pedais: Shimano m324

  • Freios: Disco mecânico Shimano 160mm

Para a viagem escolhi a seguinte configuração de bagagens:

  • Bagageiro Topeak Master Adaptarack, onde prendi o isolante com cordas;

  • Bolsa Topeak MTX Trunkbag DX 12,3L, onde coloquei duas camisetas de ciclismo, uma camiseta de algodão, bermuda, calça e camisa de segunda pele, 4 cuecas, 3 meias, papel higiênico, comida, celular, cabo, carteira, powerbank, garrafa d’água, escova e pasta de dente, bepantol, toalha compacta, protetor solar, esparadrapo, ganchos elásticos, kit de ferramentas, 2 câmaras.

  • Bolsa de Guidão Corisco de 15L com saco de dormir e corta-vento impermeável;

  • Barraca presa com ganchos elásticos no top tube;

Recomendo?

 

Me esforcei, mas não encontrei pontos negativos da Guará até o momento. Para o que eu queria da bicicleta e para a sua proposta, minhas expectativas foram superadas.

 

É uma típica allroad que não decepciona em nenhum dos terrenos e condições utilizadas, muito veloz no asfalto, valente na terra e empolgante em qualquer condição.

 

Após quase 1000 quilômetros rodados com a bicicleta em pouco menos de dois meses, concluí que a bicicleta me atende perfeitamente e vai continuar assim por muitos anos.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME