Absalon, aposentado do MTB, vai comandar sua própria equipe

 

O francês Julien Absalon fez história no MTB. Cinco vezes campeão mundial do XCO, em 2004, 2005, 2006, 2007 e 2014, duas vezes campeão olímpico, em Atenas-2004 e Pequim-2008, e vencedor de 33 etapas da Copa do Mundo, o biker anunciou sua aposentadoria das competições, aos 37 anos, no meio da temporada. Mas Absalon garante que não vai ficar longe do esporte. A partir de 2019 vai atuar como o manager de própria equipe, a Absolute Absalon, projeto que começou no final de 2017.

 

Em entrevista à imprensa francesa, Absalon disse que o “mountain bike continua uma paixão”. “Parar nunca é fácil. Especialmente quando você faz o que gosta. No entanto, senti que era hora. Na minha carreira ganhei e fiz tudo o que precisava. Agora é hora de me dedicar a novos projetos e novos desafios que obviamente têm como protagonista o mountain bike, que é a minha vida”, afirmou o francês, que alegou que os problemas decorrentes de sua alergia ao pólen foram primordiais para sua decisão de se aposentar das corridas.

 

“Os momentos em que estou pedalando são os momentos em que consigo pensar muito melhor”, contou. “Agora que a competição não é mais o meu objetivo número 1, pode até parecer que estou perdendo tempo treinando, mas sei que, no final das contas, não estou, já que o esporte ainda é uma grande parte do meu trabalho”, completou.

 

Ao ser perguntado sobre as vitórias mais importantes da carreira, o francês disse que as duas medalhas de ouro dos Jogos Olímpicos ocupam lugar de destaque. Vale lembrar que o francês é o único atleta do MTB a vencer dois ouros olímpicos, ainda mais consecutivos. “Não há comparações, uma vitória em Olimpíada permanece para sempre, por isso as duas medalhas estão em primeiro lugar. Em segundo lugar eu coloco meu último título mundial, conquistado em 2014, na Noruega, sete anos depois da minha vitória anterior. Foi realmente uma grande satisfação. E, em terceiro, minhas duas vitórias em La Bresse, em casa, durante a Copa do Mundo”, afirmou.

 

Sobre a Absolute Absalon, o campeão disse que seu objetivo é “apresentar uma equipe altamente profissional, mas de dimensão familiar, com o objetivo de levar os atletas da geração mais jovem a níveis cada vez mais elevados”. Para 2019, o time vai contar com Mathis Azarro (18 anos), Axel Zingle (19 anos) e Thomas Bonnet (20 anos), que vão competir de olho nas vagas para os Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio e, acima de tudo, para os Jogos de 2024 em Paris .

 

Além de testar e desenvolver equipamentos para o MTB, Absalon não descarta continuar disputando algumas provas na França, algumas na modalidade bike elétrica, como já fez na temporada passada, em parceria com a marca Moustache Bikes. “Uso com muita frequência a e-bike nos meus treinos, principalmente nos treinos de recuperação ou para treinos técnicos na montanha, quando nem sempre há teleféricos disponíveis. A bike elétrica é uma ferramenta formidável”, afirmou o francês, que também tem se dedicado à corrida a pé.

 

Em novembro passado, sua namorada, a francesa Pauline Ferrand Prevot, contou que Absalon a pediu em casamento. A campeã mundial de estrada, XCO e ciclocross de 2015, após três temporadas marcadas por lesões, tratamentos médicos e frustrações, disse que seu objetivo está nos Jogos de Tóquio-2020. Até lá, garante, não sai casamento.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo