Avancini mantém regularidade e repete resultado histórico no Mundial de MTB XCO

 

Para consolidar de vez a força do MTB brasileiro no cenário internacional, Henrique Avancini repetiu o excelente resultado alcançado na edição passada e voltou a conquistar a quarta colocação na principal competição da modalidade, desta vez em Lenzerheide, na Suíça.

 

A prova masculina de Cross Country (XCO) foi definida logo no começo. O suíço Nino Shurter e o italiano Gerhard Kerschbaumer fizeram um forte ataque ainda na primeira volta e seguiram isolados até o final. A vitória ficou com Nino, que comemorou seu sétimo título mundial.

 

Na disputa pela medalha de bronze, um seleto grupo de competidores encabeçado pelo brasileiro Henrique Avancini seguia forte em busca do pódio. Pouco depois da metade da prova, o holandês Mathiel Van Der Poel se destacou dos adversários e não foi mais alcançado, conquistando a terceira colocação.

 

O brasileiro Henrique Avancini, seguiu lutando bravamente contra os melhores atletas da atualidade e, depois de uma apresentação agressiva e muito consciente, conquistou a quarta colocação, repetindo o resultado histórico também alcançado por ele na edição passada.

 

“Fico feliz em alcançar mais uma grande performance, repetindo a marca de 2017. Não consegui me livrar do pelotão perseguidor, que não estava muito preocupado em fazer a coisa andar para buscar uma medalha. Acabei jogando muita energia fora, mas no geral, esse foi meu último capítulo de XCO dessa temporada. Foi um prazer largar como número dois do ranking mundial, vestindo a camisa amarela”, destacou Avancini.

 

Já entre os demais brasileiros, Guilherme Muller terminou na 42ª posição, Luiz Henrique Cocuzzi ficou em 61º lugar, e José Gabriel Marques, que enfrentou problemas na bicicleta após ter se chocado com outro atleta e teve um pneu furado, acabou ficando com a 78º colocação.

 

Na prova feminina, as brasileiras lutaram do início ao fim por um bom resultado. Raiza Goulão passou a prova inteira no grupo TOP30 e finalizou na 29ª colocação, enquanto a experiente e atual campeã brasileira, Jaqueline Mourão, conquistou a 36ª posição. A medalha de ouro ficou com a americana Kate Courtney, a prata com a dinamarquesa Annika Langvad, e o bronze com a canadense Emily Batty.

 

Downhill

 

Os brasileiros Douglas Vieira e Roger Vieira, do Downhill, disputaram a etapa classificatória neste sábado. Douglas conseguiu se classificar e será o 15º atleta a largar na grande final, que acontece domingo a partir das 09h30 (horário de Brasília).

 

A classificação completa de todas as provas podem ser acessadas no link: http://www.tissottiming.com/2018/mtbwch/pt-br/Default/

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME