Tour de France: Degenkolb vence em Roubaix após etapa épica

July 15, 2018

 

A esperada 9ª etapa do Tour de France, neste domingo (15 de julho), trouxe muitas emoções ao fim da primeira semana de disputa. O alemão John Degenkolb (Trek-Segafredo), após um longo período de contratempos e problemas de saúde, conquistou sua primeira vitória na prova após um último quilômetro muito tático em Roubaix.

 

No seu encalço estavam experts no percurso, como o camisa amarela Greg Van Avermaet (BMC), o campeão belga Yves Lampaert (Quick-Step Floors) e o campeão mundial Peter Sagan (Bora-Hansgrohe).

 

O alemão, vencedor da Paris-Roubaix de 2015, provou que estava de volta e deixou o campeão olímpico Avermaet, vencedor da Paris-Roubaix de 2017, na segunda colocação. Lampaert foi o 3º e Sagan, vencedor da Paris-Roubaix desta temporada, ficou em 5º, atrás de Philippe Gilbert. Um time e tanto de adversários de pavés.

 

A etapa de 156 quilômetros entre Arras e Roubaix, com 21,7 km total de pavés, marcou o retorno do pelotão aos temidos paralelepípedos, percorridos no Tour pela última vez em 2015. “Foi uma luta muito dura durante toda a etapa e digo que foi uma vitória da equipe. Largamos com o plano de ficar longe de problemas e tudo funcionou muito bem. Foi inacreditável”, comemorou Degenkolb. “Pura felicidade”, assim definiu sua vitória.

 

Avermaet manteve a camisa amarela de líder da classificação geral e aumentou para 43 segundos sua vantagem, com Geraint Thomas (Sky) em 2º lugar. Philippe Gilbert (Quick-Step Floors) subiu para o 3º lugar, a 44 segundos. Na classificação das camisas, Sagan manteve a liderança da camisa verde da classificação por pontos. Søren Kragh Andersen (Sunweb) continua com a camisa branca de melhor jovem e Toms Skujins (Trek-Segafredo) lidera a classificação de montanha, da camisa de bolinhas vermelhas.

 

A Trek, realmente, conseguiu ficar fora das quedas e acidentes que marcaram a etapa. Logo no começo houve a queda e o abandono do líder da BMC Richie Porte, que quebrou a clavícula no Km 7,  em um acidente que também tirou o espanhol Jose Joaquin Rojas (Movistar). Outros favoritos também caíram, como Chris Froome (Sky), Rigoberto Uran (EF-Drapac) e Mikel Landa (Movistar), por exemplo. Já Romain Bardet (AG2R La Mondiale) passou apuros com trocas de bike e perdeu tempo.

 

TOP 10 DA ETAPA
 

1 John Degenkolb (Ale) Trek-Segafredo 3:24:26
2 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team m.t.
3 Yves Lampaert (Bel) Quick-Step Floors m.t.
4 Philippe Gilbert (Bel) Quick-Step Floors 0:00:19
5 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe m.t.
6 Jasper Stuyven (Bel) Trek-Segafredo m.t.
7 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors m.t.
8 André Greipel (Ale) Lotto Soudal 0:00:27
9 Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data m.t.
10 Timothy Dupont (Bel) Wanty-Groupe Gobert m.t.

 

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
 

1 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team 36:07:17
2 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 0:00:43
3 Philippe Gilbert (Bel) Quick-Step Floors 0:00:44
4 Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors 0:00:50
5 Alejandro Valverde (Esp) Movistar Team 0:01:31
6 Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe 0:01:32
7 Jakob Fuglsang (Din) Astana Pro Team 0:01:33
8 Chris Froome (GBr) Team Sky 0:01:42
9 Adam Yates (GBr) Mitchelton-Scott m.t.
10 Mikel Landa (Esp) Movistar Team m.t.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo