Uber entra no mercado de aluguel de bicicletas elétricas da Europa

Primeiro país a receber o serviço, que já funciona nos EUA, será a Alemanha.

 

 

Uber, empresa de transporte alternativo, está prestes a lançar o JUMP, seu serviço de aluguel de bicicletas elétricas, na Alemanha. A ideia é diversificar sua atuação e construir laços com as autoridades locais, já que a empresa foi não teve vida fácil em muitas cidades europeias e até chegou a ser banida.

 

O anúncio foi feito pelo presidente-executivo da Uber, Dara Khosrowshahi, em uma conferência em Berlim. Do lado de fora do auditório, dezenas de taxistas alemães acenavam com cartazes que possuíam os dizeres: "Uber vá para casa".

 

"A Alemanha é um pequeno sinal do que a nova Uber pode ser. Queremos trabalhar com governos locais e cidades para fazer nosso modelo funcionar."

 

A Uber enfrentou situação difícil na Europa, onde taxistas promoveram violentos protestos no passado e onde restrições judiciais obrigaram a empresa a encerrar alguns de seus serviços, inclusive na Alemanha, França, Itália, Espanha e Bélgica.

 

Além disso, Uber e outras empresas baseadas em aplicativos foram acusadas de causar congestionamento em grandes cidades como Londres.

 

Para mudar esse ciclo e se tornar um aplicativo capaz de agendar viagens por qualquer meio de transporte, seja ônibus, bicicletas, carros e trens, a Uber comprou a startup JUMP.

O serviço de compartilhamento de bicicleta elétrica sem estações fixas já foi lançado em San Francisco, onde há 250 bicicletas, e Washington.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo