Um momento que não custa tanto quanto ir a um boteco ou bar e no final das contas ainda podemos levar nossas bicicletas e curtir o caminho.

 

Gosto de encontros ao ar livre em parques e locais públicos longe do frenesi motorizado. Frequentemente promovo o bicinic, palavra que uso para designar o picnic feito com as magrelas. Em nossos encontros sempre há, pelo menos, uma iguaria feita por nós mesmos ou familiares. Fazem parte do cardápio sucos, frutas, café, chá, bolo, pães e queijos. 

 

A filosofia é consumir poucos industrializados, gerar o mínimo de resíduo e curtir horas agradáveis conversando sobre tudo! É um momento que não custa tanto quanto ir a um boteco ou bar e no final das contas ainda podemos levar nossas bicicletas e curtir o caminho. 

 

Em BH temos muitos parques para explorar e realizar esses encontros. Mas se na sua cidade as bikes não podem entrar nos parques (como era aqui até 2015) procure áreas verdes com árvores que farão sombra. As bicicletas low ride e com bagageiros ou cestinhas são perfeitas para levar os quitutes. Enfeites para árvores e galhos dão um charme especial. Não se pode esquecer de levar pequenas almofadas e repelente!. O resto é pura diversão!

 

​O Bicinic é um momento para rir muito e guardar na memória as sensações. Com a chegada da primavera aproveite para fazer o seu bicinic, e compartilhe as fotos com a gente! Chame seus amigos e divirta-se!

 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo