Kittel, insuperável, fatura 5ª vitória no Tour de France 2017



Marcel Kittel (QuickStep-Floors) continua insuperável. Nesta quarta-feira (12 de julho), conquistou sua 5ª vitória no Tour de France ao faturar o sprint da 11ª etapa, com 203,5 km, de Eymet a Pau. O alemão cruzou, a exemplo da etapa anterior, com clara vantagem. Dylan Groenewegen (LottoNL-Jumbo) e Edvald Boasson Hagen (Dimension Data) ficaram em 2º e 3º, respectivamente.


“É incrível, às vezes eu acho que, quando você está momento do sprint, é como jogar Tetris. Nos últimos sprints eu sempre encontrei o lugar certo para me encaixar. Nunca cometi um erro e todas as linhas para o sprint foram perfeitas”, comemorou Kittel. “É tão bom dar uma vitória para a equipe. Julien trabalhou hoje, Philippe Gilbert trabalhou hoje, e Jack Bauer trabalhou hoje. Todos são campeões”, completou Kittel, que atinge a marca de 14 vitórias em edições do Tour.


Chris Froome (Sky) terminou em segurança e manteve a liderança de 18 segundos sobre Fabio Aru (Astana). Romain Bardet (AG2R-La Mondiale), que teve uma queda na etapa, continua em 3º, a 51 segundos.


O dia foi marcado pela fuga de Maciej Bodnar (Bora-Hansgrohe), que estava no grupo escapado e atacou a 23 km da chegada. Bodnar, que seguiu sozinho até ser alcançado a 500 metros da meta, recebeu o prêmio de mais combativo da etapa.


Também houve quedas, como a que tirou Dario Cataldo (Astana) da competição. O líder da equipe, Jakob Fuglsang, se envolveu no acidente, mas sem gravidade. Alberto Contador (Trek-Segafredo) foi outro que caiu, também sem gravidade. O espanhol está em 12º na classificação geral, a mais de 5 minutos do líder Froome, e tem perdido tempo a cada etapa.


Na classificação das camisas, Kittel segue com a verde da classificação por pontos, e não há mudanças. Adam Yates (Orica-Scott) manteve a banca de melhor jovem e Warren Barguil (sunweb) a de bolinhas vermelhas da classificação de montanha.


Nesta quinta-feira (13) voltam as montanhas, agora com o pelotão nas alturas do Pirineus. A muito esperada 12ª etapa, de Pau a Peyragudes, com 214,5km, promete novas batalhas entre os escaladores, com as pernas descansadas dos dias anteriores, e, quem sabe, mudanças na classificação geral.


Longa e com cinco subidas categorizadas, a primeira metade do percurso não dá pistas sobre a dureza que aguarda o pelotão nos últimos 100 km. Os últimos 41 km são praticamente todo em subida e o último km chega a ter 16% de inclinação.


Até domingo, o pelotão terá quatro dias seguidos nas montanhas. Leia mais aqui


TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL 1 Marcel Kittel (Ger) Quick-Step Floors 4:34:27 2 Dylan Groenewegen (Ned) Team LottoNl-Jumbo m.t. 3 Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data m.t. 4 Michael Matthews (Aus) Team Sunweb m.t. 5 Daniel Mclay (GBr) Team Fortuneo – Oscaro m.t. 6 Davide Cimolai (Ita) FDJ m.t. 7 André Greipel (Ger) Lotto Soudal m.t. 8 Nacer Bouhanni (Fra) Cofidis, Solutions Credits m.t. 9 Ben Swift (GBr) UAE Team Emirates m.t. 10 Danilo Wyss (Swi) BMC Racing Team m.t.


TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL 1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 47:01:55 2 Fabio Aru (Ita) Astana Pro Team 0:00:18 3 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:00:51 4 Rigoberto Uran (Col) Cannondale-Drapac 0:00:55 5 Jakob Fuglsang (Din) Astana Pro Team 0:01:37 6 Daniel Martin (Irl) Quick-Step Floors 0:01:44 7 Simon Yates (GBr) Orica-Scott 0:02:02 8 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:02:13 9 Mikel Landa (Esp) Team Sky 0:03:06 10 George Bennett (NZl) Team LottoNl-Jumbo 0:03:53


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

MISSÃO

- Promover a integração humana e o respeito à natureza, por intermédio de atividades ciclísticas.

 

- Promover o bem estar físico e mental e otimizar a qualidade de vida dos integrantes, em atividades esportivas semanais.

 

- Criar um ambiente de descontração, lazer e amizade entre os integrantes e suas respectivas famílias, garantindo liberdade de expressão.

 

- Fomentar o senso de responsabilidade social, agindo ativamente na busca da inclusão social e da cidadania plena.

VISÃO

Praticar atividades ciclísticas com o fim de colaborar para a construção de uma sociedade justa e igualitária, com respeito e preservação do planeta, reconhecendo os benefícios da prática do ciclismo, valorizando o esporte, participando ativamente de eventos esportivos e atividades de lazer e buscando o bem estar físico e mental de seus integrantes.

 

SUGESTÕES

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon

© 2016 BY SIMPLECI.WIX.COM/HOME