No ciclismo, treinamento até a exaustão é a solução?

 

Treinar até a exaustão é a maneira ideal de melhorar seu desempenho?

 

Um treinamento realizado até a exaustão, a ponto de reduzir a performance, não é a melhor maneira de desenvolver o rendimento – seja ele no mountain bike, triatlo ou estrada.

 

Um estudo recente publicado na Austrália mostra que é necessário um processo de aumento de carga de treinamento para que haja melhora de performance. Entretanto, essa carga não pode exceder a capacidade de recuperação do atleta. Isso significa que é necessário o equilíbrio perfeito entre estímulo e recuperação adequados.

 

Nesse estudo foi visto que atletas que treinaram aumentando a carga de treinamento sem levar a exaustão obtiveram o maior ganho de performance.

 

Dessa forma, fica evidente que o monitoramento do treinamento aliado a uma sobrecarga adequada é fundamental para o desenvolvimento da performance do atleta.

Lembrando que esse é um trabalho de longo prazo, que precisa ser bem monitorado por um profissional capacitado e elaborado. O atleta precisa ter paciência. Afinal, não adianta treinar muito por um curto período de tempo, pois isso pode levar a uma estabilização da performance ou mesmo uma perda rendimento.

 

O treinamento é um hábito que deve estar inserido na rotina do atleta, independente da modalidade, sendo ele amador ou profissional. Só dessa maneira seu objetivo será atingido.

 

 

Foto de capa: Alvaro Perazzoli/Agência Laborazoli

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo